Saiu a semear…

De novo começou a ensinar à beira-mar. Uma enorme multidão vem agrupar-se junto dele e, por isso, sobe para um barco e senta-se nele, no mar, ficando a multidão em terra, junto ao mar. Ensinava-lhes muitas coisas em parábolas e dizia nos seus ensinamentos:
«Escutai: o semeador saiu a semear…»
(Mc 4, 1-3)
Cada frase de Jesus tem um significado especial quando estamos atentos: em todas revela-se este carácter de Evangelho, de Boa-Nova, de uma Novidade Boa, de uma Notícia de Alegria, como quando o disse Isabel:” logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio” (Lc 1, 44); o início do Evangelho de Lucas é pleno de alegria, desde Zacarias a Simeão, os pastores, Maria…
Como hoje o continua a ser. «Escutai!» Eis que algo de novo vai ser dito, uma Palavra nunca dita, nunca pronunciada, esperada sim, mas nunca realizada: «Eis que o Semeador saiu a Semear…» Ou então «Plenificou-se o tempo (o Kairós, tempo da graça e das oportunidades)»; ou até mesmo «Os teus pecados estão perdoados». Sempre, esta novidade de uma Salvação a acontecer, a inaugurar-se, a começar, a cumprirem-se as Escrituras, desde a Promessa à Aliança.
E porquê? «Virá sobre ti o Espírito Santo»; «Aquele sobre quem permanecer o Espírito Santo, esse é que Baptizará (mergulhará) no Espírito Santo»; «Se expulso os demónios com o Espírito de Deus, então o Reino de Deus chegou até vós»; «Estando os discípulos reunidos, chegou ao meio deles e disse: recebei o Espírito Santo».
Um qualquer autor do Novo Testamento reconhece que o Messias esperado é aquele que inaugurará os tempos da Salvação porque é o Ungido: n’Ele, o Espírito de Deus, o Espírito Santo do Deus Santo, entrará na Humanidade de um modo radicalmente novo para a transfigurar e inaugurar o Reino. E a sua Carta de apresentação será naquela Sexta-Feira, no escândalo da Cruz, seio que fecundará o Ressuscitado…
E então? Moralismo? Ajuda-me, Mestre, a nunca deixar de descobrir o Vinho Novo do teu Evangelho, que supera todas as águas mortas e paradas dos meus dias, o Vinho Novo de servir-te e amar-te, o Vinho Novo da Alegria do teu Espírito, o Vinho das Bodas do Reino, desse Reino do Abbá…
um grande abraço
Anúncios

Sobre economiadasalvacao

Missionário Redentorista, a viver em V.N.Gaia ruipedro.cssr@hotmail.com
Esta entrada foi publicada em à escuta nos Evangelhos.... ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s